03
Maio
Rede Jovem Contra Mão

 

Grupo de Jovens e Adolescentes da Igreja do Evangelho Quadrangular
Sinop-MT e Região.
 
Com o propósito de chamar a atenção de Jovens e Adolescentes para Cristo. A RedeJovem ContraMão quer utilizar de todos os meios para que isto aconteça...
 
 
 
A Mão do mundo diz: sexo livre. A ContraMão diz: sexo apenas no casamento.


A Mão do mundo diz: pornografia. A ContraMão diz: pureza da mente.


A Mão do mundo diz: perca tempo com futilidades. A ContraMão diz: Dedique tempo à Bíblia e oração.


A Mão do mundo diz: desrespeite os pais. A contramão diz: honra teu pai e tua mãe.


A Mão do mundo diz: cole na prova. A ContraMão diz: tire nota baixa, mas não cole.


A Mão do mundo sempre leva à perdição, somente a ContraMão do mundo pode nos levar ao céu.
 
 
Em Romanos 12:2 lemos: “E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” Não se conformar é não ter a mesma forma, em outras palavras é não estar na mesma direção. Deus requer de cada cristão que ande na contramão deste mundo.
 

A Bíblia nos apresenta vários exemplos de pessoas que escolheram estar na contramão deste mundo. Gostaria de destacar um deles.
 

O profeta Daniel foi levado de sua terra natal para a Babilônia quando ainda era jovem, provavelmente aos 18 anos de idade. Aquele lugar era o maior centro cultural e político de sua época. Em Daniel 1:5 lemos: “E o rei lhes determinou a porção diária das iguarias do rei, e do vinho que ele bebia, e que assim fossem alimentados por três anos; para que no fim destes pudessem estar diante do rei.” Há uma palavra que precisamos destacar deste verso, “determinou”. A “mão” do mundo para Daniel naquele momento era comer daquilo que o rei havia posto à mesa. A Bíblia registra qual foi a atitude do jovem profeta: “Resolveu Daniel, firmemente, não contaminar-se com as finas iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; então pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não contaminar-se”(Dn 1:8). Daniel resolveu andar na contramão do mundo.
 

Se analisarmos este verso perceberemos que não foi uma decisão fácil. Dentre todos os escravos, Daniel estava numa posição privilegiada, pois foi escolhido para estudar na “Universidade da Babilônia”, a melhor do mundo. Ao decidir não estar na “mão do mundo” ele estava arriscando perder a vaga na universidade, perder status social elevado e um bom emprego. A despeito de tudo isso, o profeta dá dois passos importantes que devem ser dados por todo cristão jovem ou adulto. Ele “decide” não se contaminar, mas apenas decidir não é o suficiente, logo após ele vai para a ação, pedir ao chefe dos eunucos. Decisão e ação devem marcar a vida dos cristãos que andam na contramão do mundo.
 

Deus nunca desampara seus filhos. A atitude de Daniel de andar na contramão do mundo foi recompensada pelo Senhor. Em Daniel 1:15 lemos que por escolher uma dieta diferente dos demais, em dez dias pode perceber-se que ele e seus amigos eram mais robustos que os outros. Depois de três anos de estudos eles foram achados dez vezes mais inteligentes que qualquer outro estudante daquele local (Dn 1:20).
 
 
 
 
[RedeJovem ContraMão]
©2017 - Blog da Rede Jovem Contra Mão - IEQ SINOP Studiomega